cirurgia para Ruptura de Tendão Patelar

A ruptura do tendão patelar é uma lesão que ocorre quando o tendão que conecta a rótula (patela) à tíbia se rompe. Essa condição pode ser extremamente dolorosa e requer tratamento adequado. Vou descrever o procedimento cirúrgico para reparar a ruptura do tendão patelar com base em informações médicas:

Procedimento Cirúrgico para Ruptura do Tendão Patelar

Diagnóstico e Avaliação:

    • O médico avalia o histórico médico do paciente, os sintomas e realiza exames físicos.
    • O sinal típico é a incapacidade de estender o joelho, pois o quadríceps não consegue transmitir sua força devido à ruptura do tendão.
    • Exames de imagem, como ultrassonografia e ressonância magnética, ajudam a avaliar o tamanho da lesão.
    • Lembrando que cada caso é único, e o tratamento deve ser personalizado com base na gravidade da lesão e nas características individuais do paciente.

Preparação do Paciente:

    • O paciente é submetido a exames pré-operatórios para garantir que esteja em boas condições de saúde.
    • O reparo precoce é preferível, idealmente dentro das primeiras 2 semanas após a lesão.

    Cirurgia:

      • O procedimento é realizado sob anestesia geral ou regional.
      • O cirurgião faz uma incisão sobre o tendão patelar rompido.
      • As bordas friáveis e o hematoma são debridadas (removidos).
      • Suturas são passadas através de túneis ósseos paralelos longitudinais e atadas proximalmente.
      • Lesões retinaculares também são reparadas.
      • Em alguns casos, fios de aço podem ser usados para reforçar a sutura.
      • O reparo é avaliado com a flexão do joelho.

    Pós-Operatório:
    O joelho é imobilizado em um imobilizador articulado, travado em cerca de 20 graus de flexão.

        • Exercícios isométricos para o quadríceps são iniciados.
        • A flexão ativa e a extensão passiva do joelho são gradualmente introduzidas.
        • A sustentação de carga é progressivamente aumentada até completar 6 semanas.
        • O tratamento pós-operatório dura de 4 a 6 meses.

    Reparo Tardio:

      • Se a cirurgia for realizada mais de 6 semanas após a lesão, o prognóstico é menos favorável.
      • Complicações possíveis incluem rigidez do joelho, fraqueza persistente do quadríceps, nova ruptura, infecção e patela baixa.

    Enxerto:

      • Em casos de lesão total, pode ser necessário um enxerto.
      • O enxerto pode ser retirado do próprio paciente (tendão da pata de ganso) ou de um doador.

    conheça mais sobre o
    dr. alexandre campello

    Em mais de trinta anos de formação realizou cerca de seis mil cirurgias, muitas delas em esportistas amadores, outras, em atletas de alto nível que integraram equipes de futebol de todo Brasil e da seleção Brasileira.

    No Club de Regatas Vasco da Gama, operou inúmeros atletas de alto nível de diversas modalidades esportivas, mas principalmente, do futebol.

    Atualmente segue sua missão de, a cada dia, buscar o melhor no tratamento e recuperação do trauma esportivo e das patologias do joelho. Participação atuante em viagens; congressos; simpósios e palestras, nacional e internacionalmente; bem como, a contribuição na formação de inúmeros profissionais, desde novatos até a qualificação desses, hoje, também referências na área da ortopedia.

    procedimentos oferecidos
    CIRURGIAS QUE PERFORMAMOS.

    Artroscopia

    Visão direta para meniscos, ligamentos, cartilagem e outras estruturas no interior do joelho.

    Cirurgia de Menisco

    Meniscectomia parcial ou reparo/sutura do menisco.

    CIRURGIA DE PATELA

    Cirurgia para instabilidade (ou luxação) da patela.

    LCA

    Cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior.

    Ruptura de tendão Calcâneo

    A cirurgia para ruptura do tendão calcâneo pode ser necessária em casos de ruptura total do tendão.

    Ruptura de tendão patelar

    A cirurgia para ruptura do tendão patelar é indicada para restaurar a função do joelho.

    MEMBROS SUPERIORES

    Cirurgia para membros superiores, em especial ossos do antebraço e úmero.

    MEMBROS INFERIORES

    Cirurgia para membros inferiores, em especial tornozelo, fêmur e tíbia.

    OSTEOTOMIA DE TÍBIA

    Correção do alinhamento do membro inferior.

    PRÓTESE DE JOELHO

    Cirurgia para a substituição da superfície articular do joelho por uma prótese.

    LESÃO CONDRAL

    Cirurgia para lesão de cartilagem.

    LCP

    Cirurgia de reconstrução do Ligamento Cruzado Posterior.

    Artroscopia

    Visão direta para meniscos, ligamentos, cartilagem e outras estruturas no interior do joelho.

    Cirurgia de Menisco

    Meniscectomia parcial ou reparo/sutura do menisco.

    CIRURGIA DE PATELA

    Cirurgia para instabilidade (ou luxação) da patela.

    LCA

    Cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior.

    LCP

    Cirurgia de reconstrução do Ligamento Cruzado Posterior.

    Ruptura de tendão Calcâneo

    A cirurgia para ruptura do tendão calcâneo pode ser necessária em casos de ruptura total do tendão.

    Ruptura de tendão patelar

    A cirurgia para ruptura do tendão patelar é indicada para restaurar a função do joelho.

    MEMBROS SUPERIORES

    Cirurgia para membros superiores, em especial ossos do antebraço e úmero.

    MEMBROS INFERIORES

    Cirurgia para membros inferiores, em especial tornozelo, fêmur e tíbia.

    OSTEOTOMIA DE TÍBIA

    Correção do alinhamento do membro inferior.

    PRÓTESE DE JOELHO

    Cirurgia para a substituição da superfície articular do joelho por uma prótese.

    LESÃO CONDRAL

    Cirurgia para lesão de cartilagem.

    Abrir bate-papo
    Olá 👋
    Podemos ajudá-lo?